Spain
Monachil

Here you’ll find travel reports about Monachil. Discover travel destinations in Spain of travelers writing a travel blog on FindPenguins.

9 travelers at this place:

  • Day39

    Sierra Nevada

    June 16 in Spain

    Gestern ging es weiter nach Granada. Es ging teilweise ziemlich Berg auf, aber der Bus hat es gemütlich mit 60km/h im dritten Gang geschafft. Wir haben uns das Spanien Spiel in der Bar am Campingplatz angeschaut. Es gab zu jedem Bier umsonst Tapas. Das Bier kostet 2€. Wahnsinn wie billig! Wir haben also den ganzen Abend mit essen verbracht. Wir haben zwei nette Holländer kennengelernt und hatten einen schönen Abend. Heute in der Früh haben sie entschieden auf die "Sierra Nevada" zufahren . Zu unserem Glück sind sie mit dem Auto da und somit können wir mitfahren. Es ging also auf ungefähr 600m bei Hitze los und nach circa 40km sind wir auf 2500m bei Schnee. Wir haben noch eine Wanderung bis auf circa 3000m gemacht. Wahnsinns Aussicht von hier oben! Danach ging es wieder runter und wir liegen bei 35Grad am Pool.Read more

  • Day34

    Our hood

    September 8, 2017 in Spain

    Some more photos of our local neighborhood in the albaicin. We are a few steps from a plaza that has a fresh food market everyday and an ice cream shop! Importantly we have found a playground & some open space a few minutes walk away. Sadly - no grass! As you can see from the photos, this place is concrete, rock, tiles and dark wood. It feels so solid!!

    Things we love so far: no cars, walking everywhere, hot weather, salami, really cheap beer, the beautiful architecture, tapas!!

    Things we are not so sure about: the bread, shops always closed, dog poo, smoking, steep hills, late nights = cranky kids!!

    Kids start school on Monday. Wish them luck!
    Read more

  • Day236

    Skiing in the Sierra Nevada

    January 27 in Spain

    From our campsite, where we visited Granada and the Alhambra, we were only 50 minutes from the Sierra Nevada ski resort of Pradollano. With excellent ski reports, we left the motorhome in the campsite, jumped on a bus and checked into the GHM Monachil Hotel for 4-nights accommodation and 3-days skiing.

    Having not skied for about 6 years, we lucked in on absolutely perfect conditions for our little holiday and therefore managed to find our ski legs again very quickly.

    Whilst the resort is compact by alpine standards, it has 117 beautifully groomed 'pistas', serviced by well placed modern lifts and tops out at 3300m offering outstanding views of the countryside below.

    Our three days was just right for the resort and we're already looking forward to a return trip.
    Read more

  • Day2

    Dormimos muito mal, as camas são coladas com fita adesiva e fazem barulho com qualquer movimento. Acordámos com dificuldade as 9h, mas com todos os preparativos, forfait e material para alugar, conseguimos estar nas pistas depois das 11h. Antes de sair de casa os óculos do Cocharro começaram a desfazer se, a espuma caiu, tinha que andar com o plástico dos óculos diretamente na cara. Estava muito calor, uma neve espectacular. Os fixadores do Cocharro foram se desintegrando. Em cada cadeira ficava mais um pedaço. No final do dia, depois de uma cerveja e umas compras, tínhamos que apanhar o autocarro para voltar ao apartamento.
    Quase que não conseguimos apanhar o autocarro, porque uma senhora no corredor não queria deixar as pessoas passarem para a parte de trás do autocarro. As pessoas passaram por ela à força, começando uma discussão muito acesa e de baixo nível. Quando quis passar tentou ocupar o mais possível de espaço para eu não conseguir passar. Quando acabei de passar, com a ajuda de outro passageiro que me ajudou com a prancha. Ela virou-se para mim para perguntar se lhe queria cortar a perna (possivelmente toquei lhe na perna com a prancha). Obviamente que lhe respondi que claro que lhe queria cortar a perna, pelo menos não importunaria as pessoas à volta.
    A senhora sempre no mesmo sitio. Disse me: "eu e tu, lá fora resolvemos o assunto". Não sei se era muita conversa ou se ela era alguma mestre de Krav Maga. Porque ela estava mesmo a oferecer porrada a toda gente no autocarro. Os galhardetes desceram tão baixo, as 10 pessoas na parte de trás do autocarro até cantavam em coro algo como "cabra, cabra,...".
    Quando as coisas já estavam a descontrolar-se, uma senhora pediu para que as pessoas se acalmassem porque ela estava com a filha. Mas não é por isso que não me ofereceu porrada e queria gozar comigo a achar que eu não falava inglês. Quando saio ainda atirou o pau de ski para a porta de trás do autocarro. Ainda bem que o condutor fechou as portas porque os espanhóis que lá estavam, estavam pronto para desfazé-la.
    A bota do Cocharro começou a dar de si, a sola separou-se do resto, ao andar quase que se vê a meia. Chegámos ao apartamento e ele recebe o orçamento da mota que estava no mecânico. Quase que mais vale comprar outra tanto é o valor do arranjo.
    Quando mais tarde quis ir à casa de banho a porta não abria. Já ninguém da recepção atendia para ajudar. Já pensávamos que teríamos que fazer chichi no lavatório da cozinha.
    Felizmente BeQueenMacGyver chegou com uma saca rolhas e salvou a situação.

    A técnica para dormir hoje é levantar as camas e pôr os colchões no chão.
    Read more

  • Day3

    Second Day

    January 19 in Spain

    Apesar de querermos começar a surfar cedo, tínhamos que mandar arranjar as botas do Cocharro e trocar as botas do Valentim que lhe estavam pequenas.
    Apanhámos um pouco de mau tempo pela manhã, com péssima visibilidade, mas mesmo assim e como já tinha a certeza, o meu sobrinho ultrapassou-me no snowboard. O minha velocidade máxima foi de 74km/h, mas ele atingiu os 76km/h, superou em tudo, é a energia dos 16 anos.
    Ainda passamos por um tuga que devias ter a bota descolada como a do Cocharro, mas não quis gastar dinheiro e colou a bota toda com fita adesiva... Estava impecável e não pagou os 20 euros pela cola.
    Read more

  • Day1

    Viagem até Sierra Nevada

    January 17 in Spain

    Nunca é uma viagem fácil, depois de 8 horas de trabalho agarrar no carro e fazer mais 8h de viagem, com uma paragem para comer no McDonald's de Sevilha e encher o depósito. Pelo menos paga-se menos 35 cêntimos por litro do que em Portugal.
    Até Sevilha até faz se bem, depois cada km começa a custar. Tentamos passar o tempo com algumas conversas, mas com o cansaço nem as conversas são muito interessantes.
    Em Espanha é menos uma hora que em Portugal e por isso a hora prevista de chegada é 2h30 da manhã hora local.
    Tínhamos recebido uma mensagem do hotel de como ir buscar a chave do apartamento. Mas só percebemos à chegada, depois de descarregar a bagagem, que a chave estaria num cofre a uns kms do apartamento.
    Tivemos que nos dividir. O problema é que apesar de termos a morada não conseguíamos encontrar o cofre. Já não há quase ninguém na rua as 3h da manhã para além de uns bêbados que não conseguiam ajudar e queria à força que fossemos beber copos com eles.
    Fomos pedir ajuda a um hotel que também não ajudou muito para além de indicar um cofre que não seria o nosso. Claro que tentamos o código, ligamos para o contacto de emergência, que nos mandou dar uma volta.
    Mas pelo menos, ficámos a saber que estávamos à procura de um cofre muito pequeno. Na minha cabeça imaginava uma parede cheio de cofres, com um tamanho razoavelmente grande para não passar despercebido. Finalmente encontrámos duas caixinhas mais pequenas do que o meu telemóvel ao lado das quais já tínhamos passado umas quantas vezes, nunca teria pensado que aquilo poderia ser um cofre, era só abrir uma tampa e inserir um código. Voilà!
    Com tanto tempo perdido chegámos ao apartamento às 3h40 e estavam 4 graus.
    Read more

  • Day4

    Third Day

    January 20 in Spain

    Começamos o dia com uma queda espalhafatosa do Cocharro, escorregou no gelo com a prancha na mão.
    Apesar de não começarmos muito cedo, porque ninguém conseguiu acordar cedo, ainda fizemos uma 37km de pistas, uns quantos saltos e corrimões.
    A goPro do nosso amigo Cocharro não quis trabalhar hoje, por isso não há filmagens para ninguém.
    Já temos receio que ele toque nalguma coisa, para não avariar.
    Somos abençoados por mais um pôr-do-sol ao chegar ao apartamento.
    Read more

  • Day14

    Nach der Großstadt sehnen wir uns wieder nach Natur und wie wir bereits angekündigt hatten, wollen wir auf den Mulhacén. Mit 3479m ist er der höchste Gipfel der Sierra Nevada und damit auch auf der iberischen Halbinsel, welche Spanien und Portugal umfasst. Wir erkundigen uns im Tourismusbüro, was es für Möglichkeiten gibt auf den Mulhacén zu kommen. Im Internet hatten wir uns bereits über die Wettervorhersage erkundigt, welche recht miserabel ausfiel.
    Im Tourismusbüro bestätigte man uns, dass es Schnee und Sturm geben wird. Die Temperaturen fallen unter Null. In der Hoffnung, dass sich der Wetterbericht irrt, fahren wir bis zum letzten, mit dem Auto erreichbaren Stellplatz.

    Unser Plan ist es, am Morgen mit dem Bus an den Einstieg zum 2. höchsten Berg Veleta zu fahren, von da aus auf den Pico Veleta (3392m hoch) zu steigen und im Anschluss eine Querung zum Mulhacén und das ganze wieder zurück. Abhängig machen wir das ganze vom Wetter, was uns am Morgen erwarten wird.

    Da das Wetter noch vielversprechend aussieht und die Sonne uns mit ihren Sonnenstrahlen wärmt, ist an Schnee noch gar nicht zu denken. Für heute haben wir unser Ziel erreicht und wagen noch einen kleinen Spaziergang zur heiligen Maria. Die umliegenden Gipfel sind in Wolken gehüllt und vereinzelt kann man die Schneefelder schon erkennen. Wir lassen uns davon nicht entmutigen und hoffen auf Besserung.

    Heute haben wir noch Zeit ausgiebig zu kochen. Es gibt vegetarisches Chili mit Kartoffeln, Möhren, roten Bohnen und Kichererbsen.

    Über den Wolken...lalalaaaaaaaaa. Muss die Freiheit wohl grenzenlos sein.

    Dieser Ohrwurm ging mir gestern durch den Kopf als wir die 2500m Marke geknackt haben und die Wolken von oben bestaunen konnten. Wir essen unser Chili bei untergehender Sonne und bewundern die sich ändernden Farb- und Wolkenkonstellationen.

    Für einen Sonntagabend ist dieser abgelegene Pass ziemlich belebt. Wie bereits in unserem Reiseführer vorgewarnt, nutzen einige Automobilhersteller diese Strecke mit zahlreichen ansteigenden Serpentinen und Kurven zu Testzwecken. Auch an diesem Abend kommen vier PS Boliden mit Wolfsburger Kennzeichen angefahren und geniessen ihren Auftritt im sich versammelnden Publikum. Die dröhnenden Motoren werden kurz vorgeführt und schon verschwinden die 4 Bugattis wieder bergab.

    Mit untergehender Sonne formieren sich leider auch recht düstere Wolken die ausserdem einen heftigen böigen Wind mit sich bringen. Hm der Wetterbericht scheint sich wohl doch nicht zu täuschen. Diese Nacht werden wir vom fauchenden Wind hin und hergeschaukelt. Es beginnt zu hageln und zu regnen. Es blitzt um uns herum. Wir ziehen uns beide unseren Jumpsuit an und mummeln uns in Decke und Schlafsack. Frieren brauchen wir schonmal nicht.
    Obwohl wir im Windschatten einer Hütte stehen ist an erholsamen Schlaf nicht zu denken. Am Morgen sind wir in dunkle Wolken eingehüllt. Mit Wehmut im Bauch entscheiden wir die Fahrt bergab anzutreten.
    Read more

You might also know this place by the following names:

Monachil

Join us:

FindPenguins for iOS FindPenguins for Android

Sign up now