Portugal
São Roque do Pico Municipality

Discover travel destinations of travelers writing a travel journal on FindPenguins.
22 travelers at this place
  • Day6

    SDI certification

    August 5 in Portugal ⋅ ☀️ 25 °C

    Hoje foi o último dia do curso SDI Open Water. Aliás se não corresse bem teríamos que ficar mais um dia.

    No primeiro mergulho do dia, na nossa piscina natural, tínhamos apenas que fazer alguns exercícios debaixo de água que o Gary ia pedindo, como tirar a máscara e voltar a pôr, fingir que um de nós está com falta de ar, tirar o cinto e voltar a pôr ou tirar a regulador. Foi um mergulho calmo a 12m no máximo.

    O segundo mergulho foi no Cais, era o último mergulho do curso, já não tínhamos que fazer exercícios. Só tínhamos que estar atentos um ao outro, informar quanto ar ainda tínhamos e fazer os minutos de descompressão.

    Logo de início vimos uma raia, o Valentim chegou a ver um polvo, eu vi uma linda estrela do mar branca e preta, junto a uma gruta onde morava um mero. Passamos no
    Neptune toilet, um cratera a 17m de profundidade com um diâmetro de aproximadamente 5m.

    A certa altura, as rochas caem a pique a uma profundidade que não podemos ir, é o fim da ilha do Pico. Apenas conseguimos olhar cá de cima a escuridão do fundo do oceano.

    À tarde, fomos à lagoa do Capitão e fomos jantar a Madalena no Ancoradouro, com vista sobre o Faial, um bom por do sol, mas relativamente comercial.
    Read more

  • Day5

    Casper

    August 4 in Portugal ⋅ 🌙 23 °C

    Começamos o nosso dia bem cedo com uma hora de viagem ida e volta para ir fazer o teste de covid à Madalena.

    Hoje o Gary não podia mergulhar connosco porque tinha que resolver uns problemas, por isso o nosso instrutor foi o Casper. Um holandês provavelmente mais novo que nós com uma granda onda, um pouco alucinado, mas com um enorme conhecimento técnico que nos transmitiu logo confiança.

    Fizemos duas descidas. Na primeira aprendemos a tirar e voltar a pôr a maior parte do material, como óculos, pesos, cinto.

    No segundo para além de aprender a orientação com a bussola, fizemos algumas simulações como por exemplo tive que fingir que estava com falta de ar. Mais tarde foi a vez do Valentim, que gerou uma situação cómica, porque lhe dei o meu primário, mas ele como vítima com falta de ar, conseguiu dizer que não queria o primário queria o alternativo.

    Na realidade numa situação de emergência, posso dar o que achar mais rápido, sendo que o primário pode ser a melhor alternativa porque tens a certeza que funciona, visto que estás a respirar com ele.

    Tivemos 53min debaixo de água, fomos a 15.8m de profundidade, fizemos uma safety stop de 3min aos 5m antes de voltar a superfície e correu tudo muito bem.

    Já eram quase 15h quando saímos do curso, por isso fomos só comer qualquer coisa à Prainha e descansar um pouco à sombra antes de voltar para casa, tomar um banho e seguir para jantar.

    Fomos jantar ao Magma, provavelmente o restaurante mais chique na ilha. Fui com o meu único e melhor vestido das férias. De scooter o cabelo tem que ir apanhado e por cima do vestido um casaco quente e que corta o vento do final do dia.

    O restaurante tem um vista lindíssima para o pôr do sol. Conseguimos também ver São Jorge, Faial e o Piquinho.

    Comi um peixe chamado Veja, supostamente grelhado, mas mais parecia que tinha sido feito ao sal.

    Na volta claro que tive que vestir umas calças corta vento para conseguir aguentar os 20min de scooter. Estar de scooter implica estar sempre preparado para o sol, a chuva, o vento e o frio porque não dá para nos refugiarmos no carro.
    Read more

  • Day3

    Open water

    August 2 in Portugal ⋅ ☁️ 24 °C

    Hoje foi o primeiro dia do nosso curso de mergulho SDI open water. Na realidade já fizemos a parte teórica on-line em casa, por isso temos umas noções básicas.

    Este curso é relativamente novo em relação ao PADI. É derivado do TDI, um curso avançado para mergulhar em grutas.

    A maior parte da manhã, foi a escolher o material adequado, a aprender a montar o material. A sofrer para tentar vestir o fato de 7mm ao ponto do Gary ter que me mandar água com sabão para dentro do fato. E no meio da embrulhada do fato ainda fui picada por uma abelha que o Valentim tentou sugar o veneno e cuspir.

    Como existe uma piscina natural mesmo junto à escola, o exercícios são logo feito no mar e não numa piscina.
    Isso quer dizer que desde o primeiro dia vemos a natureza aquática.

    Ao início foi um pouco agitado com subidas e descidas um pouco descontroladas. O objetivo do dia de hoje era buoyancy/flutuação.

    Ainda chegámos aos 10m de profundidade e tivemos direito a passar por um túnel, até que de repente o Valentim sobe sem querer e acabamos por subir todos e acabar o curso para o dia.

    Almoçámos no restaurante Aço e como estava mau tempo deste lado da ilha, mas segundo as webcam do lado da laje do Pico estava sol, atravessamos a ilha à procura do sol.

    Mal chegámos fiquei logo atraída pelos letreiro a dizer whale and dolphins watching. Claro que não resisti e passado 10min estamos a espera da saída do próximo barco. Com o bilhete mais barato por ser comprado na última meia hora. Ficamos sem saber se é verdade ou se era um desconto como os vinhos do Continente.

    A primeira espécie que vimos foram golfinhos comuns a caçar. Eles formam um círculo a volta de um cardume para caçar mais facilmente. Algumas gaivotas acabam por aproveitar também.

    Passado mais umas milhas encontramos dois cachalotes na superfície, infelizmente não conseguimos filmar o seu mergulho porque o Valentim pousou a máquina nesse momento para beber água e como elas desaparecem a mais de mil metros debaixo de água durante 40min também não sabemos onde vão voltar a aparecer.

    Na volta, encontramos umas baleias piloto, que devem o seu nome à fêmea que comanda o grupo e uns moleiros. Uma espécie de golfinhos bem agressivos, que nascem todos cinzentos, mas de tanto lutarem uns com os outros ganham muitas cicatrizes ficando cada vez mais brancos. Os machos lutam entre eles porque há menos fêmeas e depois mordem a fêmea ao acasalar.
    Read more

    PipsMauricio

    esse jovem é como o Noah..ahhaha anda p tras só hahaha

    8/6/21Reply
     
  • Day2

    Rent me

    August 1 in Portugal ⋅ 🌧 23 °C

    Tomámos o pequeno almoço por volta das 9h com a vista para a nossa próxima etapa, o Pico.

    Seguimos logo a seguir para o ferrie que vinha bem composto para a Madalena do Pico.
    Há mais de um mês que já não há carros para alugar, por isso tivemos que alugar um scooter. Há uma semana atrás, reservámos a última. Ao conversar com a senhora da Pico24, onde alugamos a scooter, ela confirmou que o Pico nunca viu tanto turismo e não estava preparado para isso. Eles inclusive compraram mais uma scooter.

    Ela soube também de um turista que no dia anterior tinha dormido na rua porque não tinha arranjado sítio para dormir.

    De mota é toda uma perspectiva diferente, o cheiro, a vista, parece que estamos mais em comunhão com a natureza.

    Depois de almoçar no Âncora, fomos às piscinas de São Roque, mas não durou muito, porque de repente o tempo muda completamente e começa a chover. Aí a mota deixa de ter graça, tivemos que ir ao supermercado à chuva e voltar para casa a ver se melhorava um pouco.

    Para jantar tínhamos marcado um restaurante do outro lado da ilha, não sabíamos era que o tempo não ia estar a nosso favor. Acabámos por seguir o combinado dando a volta à ilha para ir jantar ao Faia. Um restaurante de alemães, onde os clientes eram quase todos amigos alemães e onde o covid não chega e nem os empregados usam máscara.

    Um sítio lindíssimo com uma vista maravilhosa, possivelmente devem avistar baleias porque o próprio restaurante tem uns binóculos que os clientes podem usar.

    Mas confesso que nos virem servir à mesa sem máscara mesmo ao ar livre não me deixou completamente à vontade.
    Read more

  • Day7

    Mc Donald

    August 6 in Portugal ⋅ ⛅ 20 °C

    Mergulhamos em São Roque.
    Vimos o arco submerso do Mc Donald como lhe chamam a 18m de profundidade.
    O segundo mergulho foi no Cais do Pico onde fui a 18.8 de profundidade.
    Vimos um merlo, muitos cardumes.
    Almoçámos na Food truck onde comi umas favas deliciosas.
    Passamos no Cella bar e no cais do Moirato onde encontramos o Pedro, antes de jantar no
    Furubo.
    Read more

  • Day14

    Santo Mateus

    July 2 in Portugal ⋅ ⛅ 21 °C

    Auf der Suche nach einem Badeplatz fahren wir weiter nach Santo Mateus. Dort soll es einen gemauerten Pool geben. Da sieht alles noch schlimmer aus. Das Wasser kesselt so an die Felsen, da wäre man lebensmüde dort ins Wasser zu gehen. Aber nett sitzen kann man da!!Read more

  • Day13

    Miradouro da Terr' Alta

    July 1 in Portugal ⋅ ⛅ 21 °C

    Oh man, die portugiesischen Mühlen malen extrem langsam. Seit gestern warten wir auf unseren PCR - Testtermin, damit wir nach Hause fliegen können. Auch Leslie hängt ständig am Telefon und macht Druck. Dann endlich um kurz nach eins der erlösende Anruf, morgen früh um 9:15 haben wir den Termin in Madalena. Das heißt sehr früh aufstehen. Wir sind beruhigt und essen erstmal Spaghetti.

    Dann fahren wir in Richtung Nordküste. Eigentlich wollten wir einen Park besuchen. Der ist wieder sehr schön, aber eine exakte Kopie des Parks von Sao Jao.

    Dann halten wir beim Aussichtspunkt. Ein düsterer Weg (wir kommen uns fast vor wie bei Dark Hedges :o) führt zu einer Art Balkon, der einige Meter über den Abgrund reicht. Man hat einen wunderschönen Ausblick auf die Nachbarinsel Sao Jorge.

    An der Lavamauer sonnen sich Eidechsen in unterschiedlichen Farben und bringen sich sogar in Position für ein Fotoshooting, nice!
    Read more

  • Day10

    Hochland von Pico

    June 28 in Portugal ⋅ ⛅ 18 °C

    Heute soll das Wetter gut werden. So ergreifen wir die Chance, das Hochland und den Berg Pico zu begutachten.

    Eine schmale Straße führt steil bergauf. Wieder hat der Nobelhobel zu kämpfen, denn wir fahren auf ca. 1000 m. Anfangs ist noch strahlender Sonnenschein und wir bewundern die grüne Landschaft und treiben ein paar Kühe vor uns her. Dann sind wir wieder in den Wolken - so ein Mist. Wir sehen teilweise kaum die Straße, was das Fahren wieder voll anstrengend macht (ich halte mich krampfhaft am Griff fest). Die Kuhgatter und die Schlaglöcher machen es nicht besser.

    Den ersten See können wir nur erahnen, denn ständig wabern dicke Nebelschwaden über die Straße. Der zweite See wird vom Nebel ganz verschluckt. Dafür haben wir einen tollen Blick auf den Lago do Caiado.
    Read more

  • Day15

    Pico gesehen

    August 8, 2019 in Portugal ⋅ ⛅ 22 °C

    Nach einer Siesta im Zimmer sind wir losgestiefelt zu einem Restaurant in westlicher Richtung. Eine beeindruckende Brandung begleitete uns.
    Unterwegs lichteten sich die Wolken und "ER" kam zum Vorschein: der Pico. 2350 m hoch und beeindruckend. Sehr beeindruckend!

    Nach etwa 700 m kam ein Schwimmbad mit Gastronomie. Dort gab es Bier und kleine gelbe Dinger mit Knoblauch und Chili. Irgendwelche Lupinensamen. 50 m weiter haben wir einen Chache gemacht und sind dann ins Restaurant gegangen. Das war uns aber zu teuer und wir sind wieder gegangen. Jetzt sitzen wir wieder im Nachbarkeller und genießen die Hausmannskost. Einfach und sehr lecker und ohne Chichi.
    Read more

You might also know this place by the following names:

São Roque do Pico, Sao Roque do Pico, São Roque do Pico Municipality